PREOCUPAÇÃO CIVIL: LANÇAMENTO DE OBRAS PARA LUTA CONTRA A SECA NO CUNENE

Lançamento hoje, 6 de Julho de 2022, da construção de projectos mais estruturantes para combater a seca no Cunene.
Esta importante e estratégica acção de consignação contou com a presença do Ministro da Energia e Água, João Baptista Borges, acompanhado pelo Secretário de Estado da Água, Lucrécio Costa, o vice-governador do Cunene para as Infra-estruturas, Faustino Cortez e outras figuras importantes, tanto do Ministério da Energia e Água como do governo local.
Neste acto foi então lançada a construção do «Cunene 8» que inclui os lotes 7, 8 e 9, na margem direita do rio Cunene.
Aquele projecto faz parte do PCESSA (Programa de Combate à Seca no Sul de Angola) e faz parte de uma iniciativa no âmbito de um conjunto de acções prioritárias que o Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço tem vindo a levar a cabo e que foi desenvolvido pelo MINEA, o qual irá, sem dúvida, mitigar os graves problemas actuais decorrentes da seca extrema e assim inverter o ciclo de êxodo populacional, o risco de insegurança alimentar e outros males.
Neste sentido, o Executivo traz não só água mas também esperança para as populações destas regiões gravemente afectadas por este problema.
Trata-se do projecto «Cunene 8», lançado hoje, que visa construir uma barragem no rio Caculuvar, na localidade de Cova do Leão, e também um sistema de abastecimento de água para as comunas de Cahama e Ochinjau.
Está igualmente prevista neste contexto a reabilitação de 9 barragens e a construção de um sistema de abastecimento de água a Óncocua, com base na utilização de furos artesianos existentes e a construção de novas captações subterrâneas.
Chitado beneficiará também de um sistema de abastecimento de água, com captações do rio Cunene.
Estima-se que este ambicioso projecto abasteça cerca de 240.000 pessoas e mais de 30.000 cabeças de gado, bem como a realização de 17.000 ligações domésticas, mais de 250 fontes, irrigando uma área de cerca de 75 hectares e proporcionando também mais de 1.400 empregos directos, num período de tempo estimado de 24 meses.
O Vice-Governador para as Infra-estruturas da Província do Cunene, no seu discurso, felicitou o MINEA por este acto, e até elogiou o PCESSA tendo em conta a sua importância para o Cunene.
No seu discurso, o Ministro João Baptista Borges referiu, entre outros aspectos, que estas obras estruturantes são importantes, mas que a combinação entre estas e «medidas de resultados imediatos» é o que pode contribuir para o sucesso desta importante estratégia de combate à seca no Cunene. Também mencionou o factor emprego, e que este trabalho irá empregar directamente cerca de 1400 pessoas. Tomando um tom esperançoso, o ministro referiu que prevê um ponto de viragem para esta região e que isto atrairá mais empresas, mais empregos e mais riqueza. Concluiu dizendo que a PCESSA em breve se mudaria também para o Namibe e a Huíla. A titular da pasta da Energia e Água prometeu até trabalho e empenho para trazer água a esta região e resolver este problema nesta região do Cunene.

THE MINEA OFFICE FOR INFORMATION TECHNOLOGIES, INSTITUCIONAL COMMUNICATION AND PRESS, Cunene, 6 de Julho de 2022

Artículos recientes

Historias relacionadas

Manténgase en op - Ge las noticias diarias en su bandeja de entrada