De acordó com João Baptista Borges, o responsável do setor de energia e água destaca a atividade do setor na província da Huíla

João Baptista Borges pensa que importa salientar que as obras de reabilitação da Central estão a cargo da empresa Elecnor e que registou vários atrasos no cumprimento dos prazos de conclusão, originados pela situação acusada pela pandemia, COVID 19.

Na sequência da missão levada a cabo na província da Huila, o João Baptista Borges avaliou o grau de funcionamento da Central Térmica da Arimba, na cidade do Lubango, uma central importante, com uma potência instalada de 40 MW, contemplando 17 máquinas disponíveis, registando 11 máquinas avariadas, sendo que existe no momento, cerca de 21 MW em operação.

Por fim, o Ministro João Baptista Borges e sua delegação, reuniram com os técnicos e responsáveis das infraestruturas visitadas, deixando recomendações e orientações aos técnicos presentes, destacando a necessidade primária dos cuidados de bio segurança em função da pandemia, enaltecendo a necessidade do reforço da segurança individual e colectiva entre os colaboradores.

Deixou igualmente à equipa da PRODEL engajada na empreitada do aumento da capacidade de produção de energia a província, palavras de encorajamento, brio, abnegação e força à todos.

Para conclusão do dia, o governante e sua comitiva visitaram Central Térmica do CFM, no bairro Ferrovia.

Artículos recientes

Historias relacionadas

Manténgase en op - Ge las noticias diarias en su bandeja de entrada